a_teoria_de_tudo2

Dica de leitura: A teoria de tudo, de J.J. Johnson

Minha mãe veio ver como eu estava, mas dei uma resposta atravessada e a mandei embora. E depois, como se nada tivesse acontecido, juntei tudo e amontoei no fundo do armário. A pilha esfarrapada ainda estava lá, no meu armário, e vai ficar lá. Não jogo fora. É muito significativo. As fibras estão repletas de sentido. Não tanto quanto o meu colar, mas mesmo assim… Tem coisas das quais a gente nunca vai se livrar”.

Ser adolescente, de fato, não é uma fase fácil para ninguém. As emoções afloram, muitas coisas deixam de ter importância, abrindo espaço para que outras surjam sem avisar e permaneçam. Seja amor, amizade, tristeza ou dor. Mas perder a melhor amiga em um acidente terrível, na fase mais inconstante da vida é de (quase) endoidecer qualquer um. E, pelas palavras de Sarah Jones, personagem principal do livro “A Teoria de Tudo”, da autora norte-americana J.J. Johnson, o mundo não tem sido o melhor lugar para se viver depois que Jamie se foi.

a teoria de tudo

Sarah, de 15 anos, carrega uma tonelada de culpa por não ter conseguido salvar a amiga do acidente que a vitimou, no ginásio da escola. Ela fica totalmente perdida, perde o interesse pela escola, família, amigos e até pelo namorado Stenn. Sua falta de motivação fica evidente no tom sarcástico que usa no livro para contar como todos tentam reconfortá-la, mas a única pessoa que ela precisa é exatamente aquela que não está mais lá.  A partir do momento em que Sarah se aproxima de Emmett, irmão gêmeo de Jamie e começa a trabalhar numa fazenda de árvores de Natal, a adolescente percebe que ainda pode reconstruir a felicidade e o quanto sua amiga significou para ela. E isto não vai mudar jamais.

A Teoria de Tudo” já ganhou nove prêmios, entre eles o 2012 American Booksellers Association – 100 Books for Children e 2013 Society of School Librarians International Best Books. Foi traduzido e publicado na Espanha e no Brasil (sendo a primeira obra da autora traduzida em português, com uma tiragem de 3 mil exemplares, com o diferencial de oferecer ao leitor 3 opções de capa de cores diferentes).

O livro se assemelha ao sucesso de vendas de John Green, “A Culpa É Das Estrelas”, por sua linguagem jovem-adulto, sarcástica e com um conflito difícil e triste, e com o livro “Tell The Wolves I’m Home”, de Carol Rifka Brunt (em que uma menina de 14 anos perde seu tio e melhor amigo, por conta do vírus HIV), este último ainda sem tradução para o português.

J. J. Johnson, autora de “A Teoria de Tudo” (2011), “This Girl is Different” (2012) e “Believarexic” (previsto para Outubro de 2015), é pintora e possui projetos paralelos, como a “Little Free Library” (em que qualquer um pode pegar um livro e retorná-lo, sem compromissos) e também visita escolas, onde discute com a turma temas como liberdade de expressão, bullying, a vida como uma escritora de romances, além de discutir sobre seus livros.

(Por Maria Luiza Lago)

Clique aqui para ir à página do livro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


+ 8 = onze