João Turin

João Turin é o grande vencedor de prêmios da ABCA

Livro “João Turin – Vida, Obra, Arte”, lançado pela Nossa Cultura, e exposição homônima, ambos assinados por José Roberto Teixeira Leite, vencem nas categorias de melhor livro de arte e melhor exposição de 2014

Nesta quarta-feira, dia 29 de abril, foram divulgados os resultados dos prêmios concedidos pela Associação Brasileira de Críticos de Arte – ABCA – que anualmente elege os melhores trabalhos realizados no ano anterior. A obra do escultor paranaense João Turin (1878-1949) foi laureada duas vezes: no prêmio Paulo Mendes de Almeida, como a melhor exposição de 2014; e no prêmio Sérgio Milliet, que elegeu o livro biográfico, assinado por José Roberto Teixeira Leite, como a melhor obra publicada no segmento no ano passado.

“Foi uma grande alegria receber esta notícia e participar de um momento tão importante para a obra do Turin. Foi o reconhecimento de todo um enorme trabalho de equipe, e um passo importante para que os brasileiros saibam mais e mais sobre este grande escultor”, declarou o crítico de arte José Roberto Teixeira Leite, responsável pela curadoria da exposição “João Turin – Vida, Obra, Arte” e pela autoria do livro que leva o mesmo nome, pelo selo da Editora Nossa Cultura.

O livro que conta a vida do ‘bom gigante’, apelido carinhoso dado ao artista, na época, descreve com minúcias todos os momentos de sua trajetória: a infância na região serrana do Paraná, a ida à Bélgica como bolsista da Académie Royale des Beaux Arts, em Bruxelas, o período em que permaneceu na Europa, especificamente em Paris, onde foi contemporâneo de grandes nomes da arte, como Auguste Rodin, Picasso, Modigliani, Jean Cocteau e Victor Brecheret; e o retorno ao Brasil, onde viveu em Curitiba até a sua morte, em 1949. A edição caprichada bilíngue é rica em imagens, tanto do artista como de suas belas e marcantes esculturas.

João Turin

A exposição, que ficou no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, de junho de 2014 até fevereiro deste ano, consagrou-se como a mais visitada da história do museu, recebendo 266 mil pessoas. O preciosismo com os detalhes da exposição – como a sonorização ambiente e a iluminação cenográfica, além da reprodução da fachada da Casa Paranista e da parte interna do ateliê onde Turin viveu até sua morte – aliado a brilhante curadoria de Teixeira Leite, contribuíram para o sucesso da mostra. Todo o esmero dedicado à exposição só engrandeceu a obra de Turin: ao total, foram expostos 130 bronzes, a maioria inéditos, uma vez que o artista faleceu deixando dezenas de matrizes em gesso prontas, pois lhe faltavam recursos para fundi-las. Entre as peças, esculturas imponentes pelo seu tamanho, como a onça Luar do Sertão, e outras pela importância histórica, como o ‘Frade’, escultura escolhida pelo governo brasileiro para presentear o Papa Francisco em sua visita ao Brasil em 2013 e que hoje compõe o seleto acervo de obras do Museu do Vaticano. Para Samuel Ferrari Lago, diretor geral da exposição, os prêmios são um enorme prestígio ao trabalho de equipe desenvolvido e, principalmente, ao trabalho de João Turin, colocando o artista paranaense entre os grandes nomes da arte brasileira do século 20.

João Turin

Foto: Shigueo Murakami

Sobre o autor e curador – José Roberto Teixeira Leite dedica sua vida à arte e mantém um rico currículo: professor universitário de História da Arte no Brasil, lecionou em instituições de renome como a UFRJ, Universidade Gama Filho, Instituto de Artes do Rio de Janeiro e Universidade Estadual de Campinas; pesquisador, fez a crítica de arte em grandes veículos da imprensa como jornal O Globo, Folha de São Paulo, revista Bravo! e Veja; curador de inúmeras exposições no Brasil e no exterior, autor colaborador de mais de 30 livros, diretor do Museu Nacional de Belas Artes (1961-1964), exerceu cargos na Associação Brasileira de Críticos de Arte por diversas vezes, membro do Conselho de Orientação da Pinacoteca do Estado de São Paulo de 1989 a 2010.

Para ir à página do livro, clique aqui.

Saiba mais sobre a obra de João Turin clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


4 × dois =